Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Baixada Santista, Centro, Homem



Histórico


    Categorias
    Todas as mensagens
     CONTOS
     COTIDIANO
     CRÔNICAS
     POESIAS
     RELACIONAMENTOS


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


     
    Karaminholas


     
     

    TÉCNICAS MODERNAS DE SE FAZER EXAME DE PRÓSTATA SEM TRAUMAS

    Sexta-feira fui fazer o famoso e, segundo alguns, delicioso exame de próstata.

    Todo mundo reclama, até certo ponto eu achei legal.

    Pense num urologista educado, gente fina e consciente.

    Cheguei, conversou bastante comigo, mandou-me tirar a calça (achei estranho, ele também tirou a dele; mandou-me tirar a cueca, tirou a dele também) e pediu que eu ficasse relaxado.

    Pegou 4 luvas, colocou as dele,  mandou-me colocar as minhas,  lambuzou o dedo da mão direita dele  e  o dedo da minha mão esquerda  com um cremezinho bem escorregadio e me mandou ficar calmo.
     
    Continuei não entendendo nada; fiz tudo que ele mandou, mas desconfiado até o buraco da orelha.

    Mandou-me deitar na cama de bunda pra cima e arrastou outra cama pra perto da minha - bem juntinhas -, e também deitou de bunda pra cima.

    Arregalei os 3 olhos e comecei a desconfiar que fosse rolar alguma sacanagem.

    Mas nada!

    Com toda a calma do mundo ele me explicou:

    "Como todo mundo que vem fazer esse exame sempre fica constrangido, bolei uma técnica que acabou com o problema. Ninguém sai daqui envergonhado, nem achando que isso não é coisa que homem faça."

    Fiquei observando ainda 1/2 que desconfiado.

    "O negócio é o seguinte - disse ele -, o chumbo aqui é trocado: para fazer o exame eu enfio o dedo no seu cu e você enfia o dedo no meu; assim você vai se sentir muito melhor e podemos fazer o exame sem traumas, concorda?"

    Naquela altura dos acontecimentos eu não ia concordar com quê?

    Você já se viu pelado, de bunda pra cima,  num lugar estranho, na frente de um estranho doido pra enfiar o dedo no seu rabo?

    Mas fazer o quê?

    Só que prestei bastante atenção na situação e vi que de qualquer maneira eu ia levar ferro.

    O meu dedo é uma merdinha de nada, já o dedo do sujeito parecia uma cenoura daquelas criadas com agrotóxico.

    Mas não teve jeito:

    O cenourão do médico entrou arranhando; o meu dedinho o fez ficar calmo, feliz, animadinho e sorrir.

    E ainda me disse:

    "Você manda bem com esse dedinho, você teria futuro como examinador de próstatas."

    Nem ouvi a sugestão, joguei a luva fora, lavei as mãos, vesti a roupa e chispei daquele antro com cheiro de cu.

    Ainda vi o médico tirar a luva, dar uma cheiradinha, colocar uma etiqueta e guardar o cheiro do meu rabo dentro de uma caixa enorme.

    Eu hem?

    Mas uma coisa foi legal:

    Vou sair por aí dizendo que eu enfiei o dedo no cu do urologista.

    Ninguém vai acreditar, é claro, mas é melhor do que nada não é?

    Se quiser o endereço do cenourão bonzinho é só pedir; pelo menos você se vinga do folgado, nem que for só com um dedinho.

    Ainda não tô conseguindo me sentar, tô comendo em pé, mas eu me recupero.

    (...)

    Um conselho: sempre que você for fazer um exame de próstata tradicional, desses sem viadagem, pede pra segurar o pau do médico durante o exame; nunca se sabe, não é?

    TõeRoberto


    próstatas, homens, exames
    google

    Fazer um bom exame de próstata? Não tem preço. Experimente!

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Arrumar um negão do dedo do tamanho de uma berinjela criada com energia nuclear e mandar o menino para fazer o exame de próstata com o cenourão.



    Categoria: COTIDIANO
    Escrito por TõeRoberto às 06h37
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    O ETERNO E INSISTENTE ANIVERSARIANTE (QUE QUASE FOI PRO SACO NO FINAL DO ANO DE 2010) DE TODOS OS ANOS

    Você não vai acreditar, mas fiz aniversário mais uma vez (eu era mocinho quando comecei o Karaminholas).

    Tô aqui de novo, mais pra lá do que pra cá, mas tô aqui.

    Todo ano falo das minhas bravatas (fiz, refiz, aconteci...); da minha culinária (moquecas, robobós, sinfonias marítimas...); das mulheres que quase comi, mas não comi (100% delas, incluindo a minha); das minhas covardias (rejeitar saídeiras irrecusáveis); etc, etc, etc...

    Mas o final de 2010 foi feio... e bota feio nisso.

    Quase não consegui pegar o barco para 2011.

    O primeiro que eu tentei pegar afundou por excesso de cerveja e eu cheguei a ver o buraco do chão no final da luz.

    Muita gente que estava no barco viu o buraco e ficou por lá; não comemorou 2011.

    Mas aos trancos e barrancos, em cima de uma tabuinha que sobrou do barco que afundou, cheguei às margens do 2011 e aqui estou eu.

    O negócio foi tão feio que eu pensei que tinha tido a porra de um derrame (o esfigmomanômetro  explodiu na hora que o colocaram em meu braço para medir a minha pressão arterial).

    Uns entortam a boca, a perna, o braço, a língua, o caráter...

    Comigo aparentemente não aconteceu nada disso, mas no fundo acho que aconteceu alguma coisa diferente; é a impressão que eu tenho.

    Acho que o meu suposto derrame me atacou o pinto, o furico e o meu bom senso.

    O pinto ficou torto pro lado esquerdo, encolhidinho e molengo que só (parece que o coitadinho ficou com medo de alguma coisa); o furico (esse eu sei que tá morrendo de medo) travou tanto que tá difícil convencer o bichinho a relaxar na hora de ir ao banheiro; e ganhei uma quantidade tão grande de bom senso que está me deixando incomodado (não tô deixando ninguém limpar a mesa com álcool  nem colocar sal grosso atrás da porta para evitar mau-olhado).

    Mas aqui estou 1/2 mole, 1/2 torto, mas tocando em frente.

    O eterno e insistente aniversariante (que quase foi pro saco no final do ano de 2010) de todos os anos.

    E como era de hábito, todos os anos sempre ia ao mercado, comprava umas cervejinhas, uns tira-gostos, um engov, colocava uma musiquinha do Chico no troço de tocar cd e curtia em paz mais um ano da minha vida agitada e maravilhosa.

    Mas, infelizmente, esse ano vou fazer diferente:

    Vou até o armário do quarto, vou pegar 1 Lexotan de 6mg, 1 Rivotril de 2mg, uns 3 ou 4 remédios pra pressão, 1 Anador, 1 Floratil, uns 2 comprimidos de reposição hormonal da Nena, 1 tubo de Fibrase (para cicatrizar os ferimentos da alma) e 1/2 tubo de Hipoglós.

    Vou jogar tudo no liquidificador, despejar 1 copo de leite gelado, 1 xícara de café quente, 1 vidro de Biotônico Fontoura (essa merda não tem álcool?), bater bem até espumar, colocar uma musiquinha gospel no troço de tocar cd, enfiar o rabo no 1/2 das pernas, virar um pedacinho de merda, enfiar tudo garganta abaixo e gritar bem alto:

    Feliz aniversário, falso hipertenso filho da puta!!!

    E depois cair na gargalhada; afinal a  vida não é tragicômica?

    Fazer o quê, morrer? Se é pra morrer vamos morrer de rir.

    Rir e cantar parabéns, que é o que se faz para o aniversariante.

    E aguardar o próximo giro da terra em torno do sol.

    Obrigado pela presença!

    Até o próximo!

    TõeRoberto

    mulheres, bacon, nudez
    google

    Eu queria saber quem foi o corno sádico que me mandou esses presentes de aniversário.

    _______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    30 cervejas bem geladas, um pratão cheio de bacon bem sequinho, um vidrão de anchova, uma buchadinha de bode, muito forró, muita bunda balançando e um beijaço muito melado de caldinho de mocotó com farinha.



    Categoria: CRÔNICAS
    Escrito por TõeRoberto às 06h48
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    MENTIROSO É A MÃE

    Uma coisa que não gosto é que me chamem de mentiroso.

    Quando isso acontece, eu fico possesso.

    Eu mato, arrebento, detono, tiro sangue, mordo a orelha, como o fígado...

    A minha vida inteira é uma mentira?

    Você disse isso?

    A minha vida inteira ser uma mentira é outra coisa; eu, a minha pessoa, não tem nada a ver com isso; eu não minto.

    Pode chamar a minha vida de mentirosa, do que você quiser, mas me chame de mentiroso pra ver...

    Eu mato, arrebento, detono, tiro sangue, mordo a orelha, como o fígado...

    E ainda peido e arroto na sua cara, seu mentiroso mentiroso cretino.

    Seu... seu... seu sem orelha!

    Seu... sem fígado!

    Sem sangue!!!

    TõeRoberto

    calcinha, mulher, erotismo
    google

    E ela foi tirando a calcinha e... Mentiroso, eu?

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    O de sempre: vai escovando os dentes, baixando a calcinha e deixe dois cigarrinhos no jeito aí em cima do criado-mudo.



    Categoria: COTIDIANO
    Escrito por TõeRoberto às 07h23
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    QUEM TEM VERGONHA DO SALÁRIO MÍNIMO LEVANTA A MÃO

    O Senado aprovou o salário mínimo de R$ 545,00  aprovado pela Câmara dos Deputados?

    Não acredito!

    É muita bondade desses santos políticos!

    Ô gente de índole casta essa que cuida dos nossos interesses no Congresso Nacional.

    Parabéns para nós, o povo brasileiro!

    Agora poderemos continuar a morar, comer, cuidar da saúde e educar os nossos filhos com dignidade (de novo!).

    E fiquem orgulhosos!

    A mocinha (por que será que ela não usa mais vermelho? Era tão linda!) que manda em tudo (de mentirinha) é muito boazinha e gosta muito de todos nós.

    E vou dizer mais:

    Somos pessoas que moramos num país maravilhoso, somos pessoas maravilhosas e temos orgulho de sermos pessoas maravilhosos (tô por um fio pra mudar de ideia), mas temos um pequeno defeito de fabricação:

    Nesse país ninguém tem vergonha na cara.

    Nós somos um país de gente sem-vergonha  na cara (herança ruim da colonização?).

    Mas fazer o quê, sempre foi assim e sempre concordamos com tudo sem a menor cara feia (cara feia só no boteco, com um copo de cachaça na mão e uma ideia esquerdista na cabeça).

    Queria que o Parmêra jogasse em conjunto tão bem como a Câmara dos Deputados e o Senado Federal.

    Aí seríamos campeão em tudo!

    Mesmo tendo que sacanear o adversário de vez em quando.

    De resto?

    Bom salário mínimo pra todo mundo e, pelo amor de Deus, esquece que você comeu carne um dia.

    O negócio agora é comer osso, isso se a demanda não subir muito e o açougueiro (que também é esperto pra caralho) não inflacionar o nosso famoso osso duro de roer.

    Aí só nos resta brigar com os cachorros pelo osso já roído.

    Eta Brasil de gente sem sangue nas veias!

    Eu, por exemplo?

    Faço transfusão de sangue desde que nasci.

    E nada! continuo o velho borra-botas de sempre.

    Amarelo!!!

    TõeRoberto

    mulher, beleza, sensualidade
    google

    E já que o carnaval tá aí, e você ganha salário mínimo, come com os olhos e lambe com a testa.

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Brincar com a tua panchula. Posso brincar a com a tua panchula? Posso?



    Categoria: COTIDIANO
    Escrito por TõeRoberto às 06h02
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    O HOMEM QUE NÃO SABIA DE NADA

    Eu conheci um homem que não sabia de nada (não vem com conversa, que não era o Lula).

    Era apenas um homem, um homem simples que não sabia de nada desse mundo, nada mesmo!

    O que ele não sabia?

    Como eu disse: nada!

    Falar o quê sobre o homem que não sabia de nada?

    O que ele não sabia?

    Eu não sei o que ele não sabia!

    Eu já disse: ele não sabia de nada, então eu não tenho como falar sobre o homem que não sabia de nada.

    O que fazia o homem que não sabia de nada?

    Nada, ele não sabia de nada.

    Do que vivia o homem que não sabia de nada?

    De nada, ele não sabia de nada.

    O homem que não sabia de nada existe?

    Não sei, ele não sabia de nada!

    Seu nome?

    Algo (ouvi falar) remoto como 'João não sei do quê Alois Alzheimer'.

    Todos os dias, me lembro do homem que não sabia de nada.

    E comecei a pensar: estejamos preparados para sermos o próximo homem/mulher que não sabia de nada.

    O pesadelo sem memória.

    A decadência do encantamento.

    O anjo de asas de pedra.

    A criança ao contrário.

    TõeRoberto

    beijinho, batom, engraçadinho
    google

    Tá carente, vai um beijinho aí?

    ______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Te falar umas besteirinhas só pra te deixar molezinha e bem sem-vergonhinha.



    Categoria: CRÔNICAS
    Escrito por TõeRoberto às 06h17
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    DERROTA

    No que pisquei, senti a bofetada.

    Ouvi o choro...

    O abrir e fechar da porta do guarda-roupa.

    O soluço...

    O abrir e fechar da porta da frente.

    O barulho do carro...

    Depois, silêncio.

    O vazio maior que a casa.

    O ardumezinho de derrota no lado esquerdo da cara.

    Uma vontade danada de sair bebendo...

    Como fazem os cornos!

    Esses que por qualquer coisinha correm para o boteco...

    E bebem até se matar.

    TõeRoberto

    homem, chorro, sofrimento
    google

    Ô sofrimento!

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Tirando você, que todo mundo se foda!



    Categoria: RELACIONAMENTOS
    Escrito por TõeRoberto às 05h51
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    UMA CONVERSA COM DEUS A RESPEITO DE POLÍTICAS CELESTIAIS

    Ontem, ouvindo a música "Procissão, de Gilberto Gil", me veio à cabeça um pensamento que carrego comigo desde que sou gente.

    A música:

    "Olha lá
    Vai passando
    A procissão
    Se arrastando
    Que nem cobra
    Pelo chão
    As pessoas
    Que nela vão passando
    Acreditam nas coisas
    Lá do céu
    As mulheres cantando
    Tiram versos
    Os homens escutando
    Tiram o chapéu

    Eles vivem penando
    Aqui na Terra
    Esperando
    O que Jesus prometeu
    E Jesus prometeu
    Coisa melhor
    Prá quem vive
    Nesse mundo sem amor
    Só depois de entregar
    O corpo ao chão
    Só depois de morrer
    Neste sertão

    Eu também
    Tô do lado de Jesus
    Só que acho que ele
    Se esqueceu
    De dizer que na Terra
    A gente tem
    De arranjar um jeitinho
    Pra viver

    Muita gente se arvora
    A ser Deus
    E promete tanta coisa
    Pro sertão
    Que vai dar um vestido
    Pra Maria
    E promete um roçado
    Pro João

    Entra ano, sai ano
    E nada vem
    Meu sertão continua
    Ao Deus dará
    Mas se existe Jesus
    No firmamento
    Cá na Terra
    Isso tem que se acabar"


    O pensamento?

    É que sempre tive a impressão que sou 2 pessoas e tenho uma dúvida que me persegue há anos.

    Vejamos:

    1º) - Sou a pessoa que vive durante o dia no confortável mundo dos ludibriados; o cidadão comum que trabalha, vota, reza e é considerado cidadão.

    Pago imposto, energia elétrica, água, combustível, gás, pedágio, IPTU,  comida, escola, hospital, aluguel, cinema, segurança, poupança, restaurantes, futebol, internet, tv, massagem, teatros, medicamentos, viagens, joias, roupas, prestação da casa, psicólogo, prestação do carro, bebidas, condomínio, sapatos, livros, etc, etc, etc...

    2º) - Sou a pessoa que vive ao relento da noite gelada deitada no duro asfalto da  indiferença social; o mesmo cidadão comum que não trabalha, não vota, 'Deus é Pai' e não é considerado cidadão - só da boca pra fora por um monte de idiotas espertos.

    Não tenho e não pago nada e a única coisa que tenho em comum com a minha 1ª pessoa é o fato de também estar vivo e circular por aí atrás de um meio de sobrevivência. Cada um na sua.

    De resto, vivo aos trancos e barrancos sem nenhuma das comodidades acima, a não ser alguma ponte para dormir, uns nacos de comida tirados do lixo, alguns goles de água contaminada, uma cachaça (quando consigo), uns pontapés na bunda de vez em quando e o direito de ser chamado de excluído, marginal, vagabundo, folgado, mendigo, sem-teto, preguiçoso, miserável, essa gentinha, ou...

    Coloca outro nome aí que adjetivo não falta.

    Minha dúvida?

    É a seguinte:

    Por mais que a minha 1ª pessoa (cheia de direitos e vantagens) questione, tente, pense, leia, pondere, considere, reconsidere, se sinta culpada, tenho a impressão que o mecanismo da sociedade está errado para as minhas 2 pessoas.

    Tem alguma coisa de podre no modo que a vida das minhas 2 pessoas foi organizada.

    Nem a minha pessoa farta (muito próximo do enfarto e de ficar sem alma), nem a minha em  falta (muito próxima de ficar sem asas e longe de perder a calma) estão vivendo de maneira adequada.

    Sinto que alguma coisa me engana, me leva ao engodo existencial e me faz acreditar que se a minha 1ª pessoa se esforçar bastante, ela vai ter as suas belas e fúteis recompensas materiais e eternas.

    Isso sem muitas delongas; é só fazer tudo direitinho, obedecer todas as ordens, ser um cidadão exemplar e dar uns trocados de vez em quando para a igreja, que no final dá tudo certo.

    Enquanto que a minha 2º pessoa, se sofrer bastante - mas sofrer mesmo! -, vai cair nas graças do Deus todo poderoso que tudo vê, fotografa, anota, distribui bônus de sofrimentos e recompensa todos os não-cidadãos que sofreram em paz sem questionar a dureza do mundo.

    A minha 2ª pessoa aguarda ansiosamente para ser compensada por dormir em tantas camas de espinhos, chapado de dores e de fome, por todas as noites da minha eterna eternidade terrestre.

    Omissão da minha 1ª pessoa?

    Talvez, mas todas as feridas, doenças, tristezas, fomes e o vazio existencial da minha 2ª pessoa não vão ser recompensados na grande vida eterna do grande, justo, poderoso, generoso e bondoso Deus?

    E vou dizer uma coisa:

    Ah, Deus! o Senhor trata de cumprir esta promessa de dar uma boa vida eterna para a minha 2ª pessoa, porque se eu chegar na portaria do céu e do inferno e pegar o Bill Gates, o Bush, o Michael Jackson, o Roberto Marinho, o ACM, a Rainha Elizabeth, o dono da Sony, todos os milionários do mundo bebendo uísque importado no paraíso...

    E a minha 2ª pessoa, por falta de vaga no paraíso ou por corrupção celestial (entenda-se: você não tem cacife para morar aqui!), for mandada para o inferno junto com o coitado do Cartola, do Nelson Cavaquinho, do Chico Mendes e dos mendigos fudidos que morrem de fome e frio na rua, eu juro por Deus que o bicho vai pegar.

    Vai dar um pau do cacete, vai ser pescoção pra tudo quanto é lado.

    Se cuida, meu Deus!

    Por favor, se você existir muda essa sua velha política protecionista!

    Porque senão...

    E tenha uma boa noite de sono, Deus!

    Se é que a sua pessoa tem a consciência tranquila, o que duvido muito.

    TõeRoberto
     mulher, beleza, sensualidade
    google

    Mas deixando a riqueza e a pobreza de lado, só pensando na beleza... ô beleza!

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Comer o seu docinho, lambuzar os meus beicinhos e me mandar pro Ceará... pra sempre!



    Categoria: CRÔNICAS
    Escrito por TõeRoberto às 07h43
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    AMORES SIAMESES

    No início, pensei que ela só queria um pouco mais de carinho...

    Um pouco mais de atenção todos os dias.

    Mas depois era andar de mãos dadas na rua, abraçados em casa, agarrados como siameses na cama.

    E de repente eu só podia falar com ela, comer com ela, respirar com ela.

    Os dias se repetiram...

    E repetiram...

    E eu fui me fundindo a ela, me incorporando a ela.

    Agora, não sonho mais sozinho; sonhamos em conjunto o sonho autorizado por ela.

    Não vivo mais sozinho; vivo a vida determinada por ela.

    Estou perdendo os movimentos, ficando cego, surdo e mudo... e não sei mais o meu nome.

    E não sei mais se eu sou eu ou ela...

    Ou se existo!

    TõeRoberto
     siameses, gatos, amores
    google

    E eu fui me fundindo a ela...


    ______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Não se faça de desentendida, você sabe o que eu quero!



    Categoria: RELACIONAMENTOS
    Escrito por TõeRoberto às 05h53
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    HOJE É DOMINGO, DIA DE DORMIR, NÃO TRABALHAR E IR À IGREJA

    Hoje é domingo.

    Domingo é dia de dormir até tarde, é dia de não trabalhar, é dia de ir à igreja.

    Mas nada como encher a cara e não deitar no sábado; chegar em casa de madrugada no domingo, tomar mais uma, e outra, e outra, e outra...

    E o domingo, o dormir, o trabalhar e a igreja que se fodam.

    Mas nada como você dar uma deitadinha só pra relaxar, fechar os olhos, pensar um pouquinho na vida - e na próxima dose -, olhar o teto girando, dar um beliscão na perna, ver, sentir e ouvir que você está vivo, e mais... com aquela puta gata (você não tinha prestado atenção) ao seu lado na cama.

    Inacreditável, você 1/2 que pensa!

    Aí você se levanta um pouquinho - pra recuperar o fôlego -, vai até o banheiro, dá uma 1/2 lavada na cara, olha no espelho... surpresa! não é você quem está lá.

    É o Brad Pitt! e a Angelina Jolie está em carne e osso na sua cama.

    1/2 que aéreo, saltitante, maravilhado, abestalhado, cheio de direito, alucinado, você corre pro quarto pra não perder nem um segundinho daquela sensação maravilhosa.

    Você olha firme na cama... e quem está na cama?

    Você, o você mesmo; a patroa - a própria -, com a cabeça cheia de bóbis, a cara cheia de uma tranqueira branca, roncando como uma porca.

    Meu Deus! o que aconteceu? - você pensa.

    Cadê o Brad e a Angelina?

    Você coloca o seu cérebro abduzido pra pensar e se lembra do último litro de vodka - como se chamava aquela merda mesmo? - que você e Girininho comeram com farinha.

    No rótulo estava escrito que dava alucinação, atacava o sistema nervoso central, causava desvio de personalidade e o usuário poderia ser sequestrado por extraterrestres depois da 5ª dose.

    Percebeu que estava com dificuldades para lembrar o seu nome; o da porca roncando como era mesmo?

    Você fica ali olhando desanimado aquela cena que você nem sabe se é real e, do nada, um ruído na cabeça, melhor, um barulhão de maria-fumaça misturado com a zoada de uma britadeira dentro do Maracanã lotado começa a ganhar volume no fundo do seu cérebro.

    E bem no dia em que o Flamengo está vencendo o Fluminense por 3x0 na final do campeonato nacional!

    A dor de cabeça estava atrasada e chegou com juros, correção monetária e uns 15 cobradores daqueles que falam pra cacete na porta do sofredor.

    Mas é domingo, dia de dormir, de não trabalhar, de ir à igreja...

    Você  pula na cama, se encolhe, enfia 5 travesseiros em cima da cabeça e...

    Silêncio, o ronco se foi, a patroa acorda e...

    "Ô Eterval você não vai lixar a parede do quarto de Valzinho pra ver se termina essa pintura hoje? E você tem que pegar a furadeira e colocar as prateleiras na parede do quarto de Lilinha (lembrou que Lila era o nome da porca roncadeira)."

    Ainda ouviu, dentro da cabeça, a histeria da torcida quando o Flamengo marcou o quarto gol da partida, e a maria-fumaça voltou fumegando pelo mesmo trilho que veio.

    Percebeu que o filho da puta que trabalhava com aquela maldita britadeira imaginária esqueceu que hoje era domingo, dia de dormir até tarde, dia de não trabalhar e dia de ir à igreja ouvir o sermão daquele padre chato que fala pra caralho.

    O pior? - pensou:

    Amanhã é segunda-feira, e essa ressaca...

    TõeRoberto


    simpson, bebedeira, ressaca
    google

    A coisa tá feia!

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Só uma bolinadinha bem levezinha nas bolas do saco. Depois a gente vê o que acontece.



    Categoria: CRÔNICAS
    Escrito por TõeRoberto às 07h03
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    CRENÇAS

    O tapa explodiu na cara.

    Não foi dor, foi vergonha.

    Olhei no espelho, o vermelho estava lá.

    Olhei pra ela.

    A clara expressão de satisfação no mapa do rosto.

    Pensei: o que vem depois?

    Faca, veneno, vidro moído?

    Mais constrangimentos?

    Não soube responder.

    Magoado, fui dormir.

    Amanhã?

    Sempre acredito no amanhã.

    Afinal, o amor não é movido por crenças?

    E o amor não pode tudo?

    Até matar!

    TõeRoberto

    casais, agressão, vergonha
    google

    O tapa explodiu na cara.

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Primeiro, quero contar tudo o que eu vou fazer com você; segundo, quero ouvir tudo o que você vai fazer comigo; terceiro, punheta por telefone é uma merda.



    Categoria: RELACIONAMENTOS
    Escrito por TõeRoberto às 06h49
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    A GRANDE FARRA DA DEMOCRACIA

    Gostei de ver a grande farra da democracia na votação do valor do novo salário mínimo.

    Estamos tão cheios de democracia em Brasília que ela anda escorrendo pelas beiradas do Congresso Nacional.

    Tem gente escorregando ela.

    É uma beleza!

    É tudo um grande espetáculo.

    Governo, políticos, mídia, empresários, banqueiros, ruralistas, etc, todos participam com muita alegria dessas grandes festas da 'democracia' que ocorrem em Brasília.

    Eles se unem para dar uma cara de legitimidade nessas votações fajutas que ocorrem no Congresso Nacional, principalmente nessas ocasiões em que a farra é para adoçar a boca sem dentes do pobre povo brasileiro que vive com as merrecas salariais impostas a ele.  

    Brasília é um grande circo, mas os palhaços não trabalham lá; trabalham nas ruas, nas empresas, na terra, na pedra, na água, no fogo, no ferro... na vida.

    Os políticos, donos do grande circo, deveriam brincar mais e 'trabalhar' menos; coitadinhos!

    Não sei o porquê de todo esse estardalhaço, esse sacrifício, esse monte de discursos vazios, essas horas sem fim perdidas para tratar de um assunto que já está decidido.

    É um monte de gente trabalhando (trabalhando?) de bobeira, já que todos nós sabemos os resultados dessas votações que envolvem alguma vantagem para a classe trabalhadora.

    Tanto trabalho para quê?

    Aprovem esses assuntos de reajustes de salário mínimo e de aposentados por decreto-lei; é muito mais fácil e mais barato.

    Pelo menos não vão precisar gastar dinheiro do contribuinte com passagens de avião, táxi, cafezinho, energia elétrica, restaurantes, gorjetas, corrupção, etc, etc, etc...

    Uma coisa sei:

    Existem diversas formas de ditadura.

    A 'ditadura econômico-financeira' brasileira é uma delas.

    Os juros pagos nas contas de poupança não são uma prova descarada disso?

    Os bancos brasileiros, que cobram juros astronômicos, não são uma prova cabal do que estou falando?

    Os supermercados, que descaradamente aplicam preços bem acima da inflação, não são outra prova?

    O vergonhoso valor do salário mínimo não é a prova maior?

    E na nossa 'bela democracia' a demagogia não tem limites.

    O PSDB, inconformado porque o salário mínimo de R$ 600,00 não foi aprovado, é o grande rei da demagogia.

    Tivessem eles governado o Brasil nos últimos 8 anos, o salário mínimo estaria muito abaixo dos espertos R$ 600,00 que eles estão reivindicando agora.

    Mas é isso!

    Os deputados estão todos de parabéns!

    Salário (o deles) novo - uma merrequinha de R$ 26.700,00 que somada a outras merrequinhas ultrapassam a casa dos R$ 100.000,00 por mês -, emprego garantido, um montão de empregados, ar-condicionado, sempre coerentes (estão sempre a favor do governo) e a sensação de dever cumprido: afinal, R$ 545,00 não é mais do que o suficiente para esse nosso povo pacífico e trabalhador viver?

    Eles sabem que não é, mas dizem que é porque muitos deles são empresários e...

    O que posso dizer?

    Abaixo a demagogia!

    Abaixo a ditadura econômico-financeira disfarçada de democracia!

    Abaixo tudo que precisa vir abaixo em Brasília!

    Abaixo!

    TõeRoberto

    povo, manifestação, movimento
    google

    Nós, os palhaços, não trabalhamos no grande circo de Brasília, estamos nas ruas.

    ______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Babar na tua orelha, te deixar arrepiadinha e depois fazer uma sacanagenzinha no teu buraquinho bem no cantinho do muro!!!



    Categoria: CRÔNICAS
    Escrito por TõeRoberto às 07h50
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    HEMORRAGIA

    Não fique aí parada, faça alguma coisa!

    O meu coração está sangrando.

    Hemorragia mortal.

    Pegue o fio da sua indiferença e alinhave com urgência a minha ferida.

    E com o seu ato de caridade pague todos os seus pecados.

    E saia da minha vida com a cabeça erguida.

    E me deixe aqui soluçando a sua falta.

    Que não é falta, é ausência visceral, navalha afiada.

    Cicatriz antecipada.

    A dor que ainda vai doer.

    TõeRoberto

     coração, cicatrizes, dor
    google

    Pegue o fio da sua indiferença...


    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Entender por que eu vivo rastejando aos seus pés. Você é tão... tão...



    Categoria: RELACIONAMENTOS
    Escrito por TõeRoberto às 07h13
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    RISÍVEIS FIGURAS

    Uma coisa aprendi aqui no Karaminholas:

    As pessoas são muito sérias.

    Por que acho isso?

    Por um motivo muito simples.

    Quando escrevo sobre coisas 'sérias' (por exemplo: política, problemas sociais, educação, violência), as pessoas sempre se manifestam.

    Quando brinco com a vida, ninguém dá a mínima.

    Parece-me que ninguém mais tem tempo para brincadeiras 'idiotas', fazer mea-culpa, se preocupar com coisas 'fúteis'.

    Acho que o caminho não é por aí.

    A aprendizagem do mundo começa pelas coisas simples, começa pelo entendimento das nossas próprias idiotices, da nossa própria insignificância.

    Enquanto não tivermos coragem de morrer de dar risadas da nossa babaquice, não vamos a lugar algum.

    Enquanto escondermos as nossas feridas (todo mundos as tem, é como ir ao banheiro dar uma boa cagada) não podemos ter uma relação transparente com o mundo.

    Se eu não entender que sou um indivíduo risível, não passo de um tolo.

    Adianta alguma coisa conhecer tudo de Adam Smith, John Maynard Keynes e Karl Marx, de.... se eu não consigo rir das minhas contínuas e invisíveis trapalhadas existenciais?

    Ah, você é sério, não comete trapalhadas existenciais, muito menos invisíveis!

    Que bom para você!

    Você é um ser humano único; o seu corpo vai ser conservado em formol para estudos futuros.

    E daqui a 1000 anos ainda vão estar tentando entender do que é feito um imbecil.

    TõeRoberto

    mulher, natureza, erotismo
    google

    Depois de um bela caminhada, um bom sono.

    ____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Levar você lá em casa para conhecer o 'papai e mamãe'.



    Categoria: CRÔNICAS
    Escrito por TõeRoberto às 07h07
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    NAU DOS INSENSATOS

    Sempre quis te perguntar:

    Do que é feito o nós 2?

    Da manhã que renasce?

    Da tarde que adoece?

    Da noite que morre?

    Do que é feito o nós 2?

    2 crianças enfermas perdidas no mar das desavenças.

    Carentes...

    Desesperadas...

    Angustiadas...

    Lutando pela vida no mesmo barco - a nau dos insensatos - no meio da tempestade.

    Uma remando pro sul; outra, pro norte.

    Com a mesma ânsia de sobreviver... juntas.

    Mesmo que a tormenta dure eternamente.

    Do que é feito o nós 2?

    TõeRoberto

    casais, solidão, angústia
    google

    Do que somos feitos nós 2?


    ______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Muito silêncio para ouvir esse seu gemido sem-vergonha.



    Categoria: RELACIONAMENTOS
    Escrito por TõeRoberto às 05h20
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    LEITORES, MODELOS DE BLOGS E GENROS ENROLADOS

    Um leitor do Karaminholas reclamou do modelo do blog - e com toda a razão - , principalmente a respeito daquela horrível faixa preta que aparece na abertura do post.

    Ele disse:

    "Cara, nem te conheço, mas vou te contar um segredo: Já te leio faz muito tempo e apenas uma coisa me incomoda no seu Blog... Esta faixa preta na parte posterior, que não combina com o seu estilo e dá idéia de luto permanente. Mude! Além de tudo dá um azar da peste!!!"

    Me justifico:

    Também acho um horror o modelo do Karaminholas, mas acontece que os modelos de blogs da Zip.Net são todos chatinhos e até pra fazer uma mudança no modelo é um pé no saco.

    Cada vez que mudo, perco toda a configuração do blog e tenho que refazer tudo de novo utilizando aquela porcaria de linguagem HTML.

    Infelizmente, a única coisa que sei é escrever um pouquinho e essas modernidades tecnológicas me enchem a paciência.

    Enchem... e muito!

    Apesar de que existe um sujeitinho muito do sem-vergonha, candidato a ser meu genro, que entende dessas tranqueiras e anda me enrolando.

    O safado prometeu dar um visual novo para o Karaminholas, mas nada; só quer saber mesmo é de ficar pendurado nos beiços da minha filha o dia inteiro.

    Agradar o sogro que é bom...

    Só pra lembrar: o nome dele está na minha cadernetinha.  

    Mas mudando de alhos pra caralhos e aproveitando o gancho da tal de faixa preta no topo do Blog, me veio à cabeça (nada a ver com o comentário do leitor) "A Carta de um Escritor Africano Anônimo" já publicada aqui no Karaminholas.

    A Carta é tão... tão... que não custa publicar de novo.

    Vamos lá:

    "Meu irmão branco...
    Quando eu nasci, eu era negro.
    Quando eu cresci, eu era negro.
    Quando eu vou ao sol, eu sou negro.
    Quando eu estou com frio, eu sou negro.
    Quando eu estou com medo, eu sou negro.
    Quando eu estou doente, eu sou negro.
    Quando eu morrer, eu serei negro.

    E você Homem Branco.
    Quando você nasceu, era rosa.
    Quando você cresceu, era branco.
    Quando você vai ao sol, fica vermelho.
    Quando você fica com frio, fica roxo.
    Quando você esta com medo, fica branco.
    Quando você fica doente, fica verde.
    Quando você morrer, ficará cinza.

    Depois de tudo isso Homem Branco,
    você ainda tem o topete de me chamar de homem de cor?"


    Sem dúvida é um bom texto e bons textos são sempre bem-vindos aqui no nosso espaço.

    De resto, prometo que vou dar uma solução estética para o Karaminholas.

    Afinal, o bichinho parece comigo: só anda com a mesma bermuda a semana inteira, mas aviso logo: sempre com a cueca limpa, que o importante não é a aparência, mas a essência (apelei um pouco, mas tudo bem).

    Um último lembrete?

    Tô te aguardando ô genro de meia-tigela!

    TõeRoberto

    evolução, criacionismo, Deus
    google

    O ser humano não é pateticamente risível?

    ______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Convidar você para curtir um franguinho assado no motelzinho da esquina.



    Categoria: COTIDIANO
    Escrito por TõeRoberto às 07h20
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    AMORES MANSOS

    Vou te dizer uma coisa:

    Não fosse essa manhã lindíssima.

    Não fosse o meu inusitado bom humor.

    Não fosse eu estar de bem com a vida.

    Não fosse eu ter dado de cara com o passarinho verde.

    Não fosse eu ter acabado de ouvir o Geraldinho Azevedo.

    Não fosse...

    Não fosse tudo isso, eu tinha pulado no teu pescoço e tinha te esganado, sua... sua...

    Ingrata!

    Sua... sua...

    Volúvel!!!

    TõeRoberto

    mulher, beleza, vinho
    google

    Mas a beleza...

    ____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Olhar bem na tua cara e dizer: querida, você me ama tanto que eu pirei!



    Categoria: RELACIONAMENTOS
    Escrito por TõeRoberto às 07h35
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    QUAL O SEU MAIOR SEGREDO?

    Outro dia perguntei a um amigo:

    Qual o seu maior segredo?

    Ele me olhou assustado e disse:

    "Segredo, que segredo? eu não tenho segredo nenhum."

    Olhei bem na cara dele e disse:

    Tem!

    E o seu?

    Qual o seu maior segredo?

    É Vascaíno, mas torce pelo Flamengo escondidinho?

    Enrabou a mãe no tanque?

    Matou o amante da sua mulher e enterrou no jardim de casa?

    Comeu o padre?

    Dorme de calcinha e baby-doll rosa-choque?

    Deu pro melhor amigo do seu marido?

    Gosta do Lula, mas finge que gosta do FHC?

    Afanou um dinheirinho do caixa do patrão?

    É capitão do time dos casados, mas tem fantasias com o Brad Pitt?

    Ama o seu marido, mas vive siriricando para o filho do vizinho?

    Vive grudando catota embaixo de tudo que é mesa?

    Jura que é ateu, mas vive pedindo socorro pra Deus nas horas que você está fudido?

    Adora um fiozinho terra, mas desconversa quando alguém fala no assunto?

    Adora peidar na mão e cheirar?

    Vive assistindo às bronhas do seu irmão mais velho pelo buraco da fechadura?

    Morre de ciúmes da sua mãe com o seu pai?

    Morre de ciúmes do seu pai com a sua mãe?

    Enfiou sabão no olho do cachorro?

    Enterrou o gato vivo?

    Vive desenhando suásticas quando está com um papel e uma caneta nas mãos?

    Queria que o seu irmão gêmeo tivesse morrido no parto?

    É homofóbico assumido, mas vive com uma comichãozinho no cu?

    Adora negros, mas ai se a sua filhinha branquelinha namorasse um?

    Morre de dó dos miseráveis, mas no fundo você quer que todos eles se fodam e parem de dormir na varanda da sua casa?

    Entre você e qualquer um, na hora do pega pra capar você fica com você e cai no pé?

    Já pensou em envenenar o depósito de água da cidade inteira?

    Nos filmes americanos de índios x soldados, você sempre torceu pelos soldados?

    Você é um grande cagãozinho, mas sempre se coloca diante da sua família e dos amigos como um grande valentão?

    Você sempre teve vontade de dar pra 3 de uma só vez, com o paradão do seu marido assistindo?

    Você sabe que não presta, mas disfarça tão bem que até você acredita no contrário?

    E por aí vai, eu sei que tem mais coisa por aí... e você também.

    Eu, o meu segredo?

    Seu te contar o meu segredo, eu vou ter que te matar.

    E aí vou ficar com 2.

    E olhe que 1 dá bem pra ficar com a orelha em pé.

    Vai que o negócio vem a público, não é?

    TõeRoberto

    beleza, flores, mulher
    google

    E com essa, você já fantasiou escondidinho da sua mulher... ou do seu marido?


    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Enfiar o nariz no meio das suas pernas e cheirar a flor do seu segredo.



    Categoria: COTIDIANO
    Escrito por TõeRoberto às 09h04
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    INCONSTÂNCIA

    Por favor, não diga nada!

    Nenhuma palavra!

    O silêncio é o meu melhor momento.

    Não tente explicar a minha dor com o som da tua melancólica voz.

    Basta olhar nos teus olhos.

    Lá estão os afiados punhais da minha derrota.

    No brilho da tua escandalosa inconstância.

    TõeRoberto

    máscara, volúvel, inconstante
    google

    A tua escandalosa inconstância.

    ______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Acreditar em você, mas você não ajuda.



    Categoria: RELACIONAMENTOS
    Escrito por TõeRoberto às 07h34
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    ANTONIÃO

    Antonião morreu por sua virilidade.

    Fosse um sujeito comum, desses que só dão 2 a noite inteira, estaria vivo.

    Mas não!

    Era o fodão, eram 10 por noite.

    "Mulher eu como de penca, é só enfileirar."

    E comia mesmo.

    E isso piorou, ou melhor, melhorou quando conheceu Zaninha.

    Casada, morena, coxuda, peituda, tudo uda...

    E começou a comê-la de 'penca'.

    10 por encontro.

    O marido?

    Ziberto!

    Fama de corno, mas corno inocente; isso é, todo mundo sabia, menos ele.

    O último encontro:

    Antonião estava na 9ª quando Zaninha falou:

    "Meu marido chega logo, vá embora!"

    Machão que era, nunca saia sem dar a 10ª.

    Agarrou Zaninha, ela esboçou uma reação... "meu marido!", mas se entregou...

    No auge da coisa, a porta se abriu...

    Ziberto entrou...

    Dentro do caixão, Antonião ainda estava de pau duro.

    Pela primeira vez na vida, saiu de cima de uma mulher sem dar a 10ª...

    E o capeta começou a andar com o cu encostado na parede.

    TõeRoberto

    separação, bens, casais
    google

    Enquanto isso... na vida real.

    ________________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Me tornar um antropófago para te comer inteirinha.



    Categoria: CONTOS
    Escrito por TõeRoberto às 09h23
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    SINAL

    Da janela do meu apartamento, olho o horizonte e aguardo.

    Observo atentamente a minúscula linha que a minha vista alcança.

    Não sei o que é, mas sei que alguma coisa de lá virá.

    Aguardo um vulto, um sinal ou um Deus que caminhará sobre as águas e virá ao meu encontro.

    No momento padeço de real surrealidade.

    Posso tanto criar asas e voar pela manhã indiferente ou me afundar no duro concreto da minha sala.

    Mas com os olhos sempre na linha do horizonte.

    É de lá que virá a ordem para o meu próximo passo, o mapa do meu norte ou a orientação para a minha total falta de rumo.

    Os olhos estão fixos, não arredo pé da minha visão infinitamente esperançosa, não abro mão da minha paciente espera, do meu êxtase delirante.

    A não ser que alguém feche as cortinas e me acorde para a minha insuportável realidade.

    E coloque em minhas mãos a arma para a solução final.

    TõeRoberto

    pássaro, filhote, minhoca
    google

    A lei da selva.

    ______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Fazer um churrasco com todos os meus cartões de crédito.



    Categoria: CRÔNICAS
    Escrito por TõeRoberto às 07h53
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    COM DEUS NA CABEÇA

    Eu tenho algumas dúvidas filosóficas.

    Tipo:

    Se Deus criou o homem à sua própria imagem e semelhança, então posso concluir que:

    Deus ama.

    Deus sofre.

    Deus odeia.

    Deus é vaidoso.

    Deus come.

    Deus é imoral.

    Deus tem dívidas.

    Deus é ciumento.

    Deus briga.

    Deus é egoísta.

    Deus é homofóbico.

    Deus é corrupto.

    Deus vai ao banheiro.

    Deus é um babaca.

    Deus tem dúvidas.

    Deus bebe.

    Deus é violento.

    Deus é nervoso.

    Deus é racista.

    Deus é medroso.

    Deus é cínico.

    Deus é ganancioso.

    Deus castiga.

    Deus é preconceituoso.

    Deus é orgulhoso.

    Deus é mentiroso.

    Deus é carente.

    Deus deseja.

    Deus é chato.

    Deus é triste.

    Deus é hipócrita.

    Deus é cruel.

    Deus conspira.

    Deus tem medo da morte.

    Deus etc, etc, etc...

    Mas como é uma dúvida, gostaria de confirmar isso.

    Quem melhor que o próprio Deus para jogar uma luz sobre a minha dúvida?

    Por favor, apareça e defenda a sua pessoa na seção de comentários do karaminholas.

    E não vale denunciar o blog por calúnia, difamação, etc, etc, etc...

    Tô aguardando.

    TõeRoberto

    homem, caminho, solitário
    google

    Lá vou eu pela estrada...

    ____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Construir um castelo no 1/2 do deserto só pra você morar com a sua chatice.



    Categoria: CRÔNICAS
    Escrito por TõeRoberto às 08h10
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    AMOR INCOMPREENDIDO

    Eu tentei que tentei te fazer entender.

    Nós 2 não fomos feitos 1 para o outro.

    Fomos feitos para o mundo.

    Você?

    Não entendeu nada.

    Armada até os dentes de amor incompreendido, me declarou guerra.

    E estamos assim:

    Nossa casa é um campo de batalha.

    Você entrincheirada no quarto, eu na sala.

    Sangue amigo pra todos os lados.

    Mas amanhã eu te derroto.

    Te pego de jeito, arranco o teu coração, exorcizo a tua alma...

    E quero ver você me amar mais!

    TõeRoberto

    coração, mulher, sangrar
    google

    Arranco o teu coração...

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Destruir este mundo e começar outro sem você na minha vida.



    Categoria: RELACIONAMENTOS
    Escrito por TõeRoberto às 08h13
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    UM HOMEM QUE PENSA

    Semana passada comecei a pensar.

    E fiquei pensando.

    Pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei...

    E continuei pensando...

    Pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei, pensei...

    Ainda estou pensando... e muito.

    Só não sei no quê.

    Assim que eu tiver alguma notícia sobre o que estou pensando, eu paro para pensar e passo o meu pensamento para você.

    Enquanto isso...

    Silêncio, por favor!

    Respeite um homem que pensa.

    Pensar não é brincadeira.

    Não foi de pensar que morreu o burro?

    TõeRoberto

    dicionário, Aurélio, aprendizagem
    google

    E por falar em burro...

    ____________________________

    SABE O QUE QUERO?
    Que você traga a piriquita, porque a vodka, o limãozinho, o sal e a língua eu já tenho.



    Categoria: COTIDIANO
    Escrito por TõeRoberto às 08h05
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    ILUMINADO

    A última manhã do ano se desenha na janela da minha sala.

    O arrebol se prenuncia na linha do horizonte do mar.

    Meus olhos refletem o início da vermelhidão do mundo.

    Sou o mais iluminado dos seres.

    Não sei o que fazer com tanta beleza.

    É tanta que dói.

    A cidade dorme indiferente.

    Ninguém se importa mais com arrebóis.

    Só os insones de plantão.

    E amanhã o ano não será mais o mesmo.

    Mas as manhãs continuarão nascendo... as mesmas.

    E eu estarei aqui... o mesmo.

    E as manhãs jamais nascerão sozinhas.

    Serei sempre a testemunha dos seus partos de luz.

    E ficarei extasiado todos os dias.

    Como se fosse sempre a primeira vez.

    TõeRoberto

     arrebol, homem, solidão
    google

    E eu estarei aqui... o mesmo.

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Contar com a sua lerdeza dentro da jaula do leão.



    Categoria: CRÔNICAS
    Escrito por TõeRoberto às 07h52
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    VOYEURISMO

    Estava nua no quarto, luz acesa, olhou pela janela do ap e viu que ele olhava.

    1/2 que escondido atrás da cortina do prédio em frente, luz acesa, lá estava ele.

    Ela se assustou, saiu da frente da janela e se enrolou na toalha.

    Mas ficou curiosa, essa curiosidade natural de gente pouco conservadora.

    Com cuidado puxou uma pontinha da cortina e olhou para ver se ele ainda estava olhando.

    Estava.

    Ele viu que ela olhou.

    Tirou a camisa e 1/2 que abriu a cortina.

    Ela não recuou, se agachou, gatinhou para outro lado da janela, puxou a pontinha da cortina e continuou olhando.

    Ele percebeu a manobra dela e tirou a calça.

    Ela escondeu a cabeça, mas a curiosidade...

    Arrastou-se novamente para o outro lado da janela, pegou a pontinha da cortina...

    Olhou e viu ele tirando a cueca.

    O coração disparou...

    E viu ele alisando o pau com a cortina toda aberta.

    Ficou 1/2 que zonza.

    Ficou de pé, abriu a cortina, deixou cair a toalha e começou a dançar suavemente uma música imaginária.

    Ele se masturbava, ela gostou...

    A queda de energia fudeu com tudo.

    Uma merda, não deu para filmar no escuro.

    TõeRoberto

    mão boba, mulher, igreja
    google

    E não dizem que Deus tudo vê?

    ______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Olhar bem na tua cara e dizer: ABESTADO!!!



    Categoria: CONTOS
    Escrito por TõeRoberto às 07h56
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    MOTE

    Quantos motes você tem de irreverência?

    Santa, linda, diaba, inconsequente?

    Ou você é apenas indiferente?

    Infelizmente.

    TõeRoberto

    mulher, diaba, linda
    google

    Santa, linda, diaba...

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Compor um blue famintamente nostálgico e comer o seu coração insensato com muita cerveja e farinha.



    Categoria: RELACIONAMENTOS
    Escrito por TõeRoberto às 07h00
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    ABC DE UM DOENTE INICIAL

    Depois dos apuros que passei - e ainda estou passando - com a danada da pressão, aprendi algumas coisas no mês de janeiro.

    A) - Não existe uma luz no fim do túnel, existe um túnel no fim da luz.

    B) - Pra morrer basta estar vivo.

    C) - Quando a coisa fica feia, você grita até pelo Maluf.

    D) - 1000 anos é muito pouco pra se viver.

    E) - Aprendi a fechar o furico com tamanha perfeição que não passa nem agulha.

    F) - Viver é bem melhor que morrer.

    G) - Cerveja (por essa, eu pedi perdão), quem é que precisa dessa merda?

    H) - Fora o motorista e o cobrador, tudo na vida é passageiro.

    I) - E a maior aprendizagem: acabei com esse negócio de usar o verbo morrer pra tudo quanto é coisa que eu quero ou sinto, tipo:

    Estou morrendo de vontade de comer camarão, estou morrendo de medo, eu morro de amores por ela, eu morro e não me entrego, estou morrendo de saudade de você, o filme foi de morrer, estou morrendo de rir, estou morrendo de vontade de ir ao banheiro, etc, etc, etc...

    Agora o meu verbo é viver:

    Estou vivendo de vontade de comer camarão, estou vivendo de medo, eu vivo de amores por ela, eu vivo e não me entrego, estou vivendo de saudade de você, o filme foi de viver, estou vivendo de rir, estou vivendo de vontade de ir ao banheiro, etc, etc, etc...

    J) - Não se preocupe, a sua hora também chega.

    Vou parar por aqui que estou vivendo de vontade de tomar um café.

    Saudações hipertensas!

    Tenha um bom dia!

    TõeRoberto

    mulher, peitos, beleza
    google

    Só pra aliviar um pouquinho a pressão.

    _____________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Um colinho bem gostoso.



    Categoria: COTIDIANO
    Escrito por TõeRoberto às 08h05
    [] [envie esta mensagem] [ ]



     
     

    NA CAMA COM O BOPE

    O problema da segurança está tão feio que tomei uma decisão.

    Tô entrando com uma ação judicial contra o governo por não me proteger adequadamente.

    Não estou querendo dinheiro, dinheiro não protege ninguém; pelo contrário.

    Estou exigindo uma coisa bem simples.

    Eu quero o BOPE ao meu lado 24 horas por dia.

    Na rua, no ônibus,  no carro, no cinema, no shopping, no hospital, na praia, no banheiro, no trabalho, no centro espírita, no boteco, no meu sofá...

    E principalmente quero que o BOPE durma na minha cama todas as noites.

    E exijo a presença do capitão Nascimento.

    Sem viadagem, é claro!

    Ah, e sem aquele símbolo da caveira que assusta mais o cidadão comum que o bandido comum!

    Por favor, senhor juiz, eu não aguento mais ser assaltado.

    Até o meu pivô de ouro o desgraçado do moleque levou.

    Pode?

    TõeRoberto

    tráfico, polícia, Rio de Janeiro
    google

    Enquanto isso... no Complexo do Alemão.

    ______________________________

    SABE O QUE EU QUERO?
    Não tenho a menor ideia!



    Categoria: COTIDIANO
    Escrito por TõeRoberto às 07h43
    [] [envie esta mensagem] [ ]




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]